quarta-feira, 27 de junho de 2012

?!?!



Se você compartilha do mesmo pensamento que eu, sabe que nada nesse mundo acontece por acaso, que tudo tem uma razão de ser.

Mas e quando essa razão simplesmente se esconde, foge, desaparece, deixando a gente preso num posso de dúvidas e incertezas? Se mata, né? Não! Deus vai te mandar de volta em outra vida para passar pelas mesmas provações até você aprender, portanto, se matar não ajudaria muito.
Eu cheguei à conclusão que pior do que sentir algo, seja bom ou ruim, é não sentir nada ou não saber o que está sentindo, ou se está sentindo algo.

Fico aqui me perguntando se seria a crise dos quase 30. Aliás, existe essa crise? Fico aqui me perguntando se são os problemas alheios das pessoas que amamos que nos fazem perder o rumo da própria vida. Mas deveríamos nos deixar levar tão intensamente por coisas cuja solução não está em nossas mãos? Fico aqui me perguntando se são as experiências passadas e o convívio com o ser humano que faz a gente desacreditar em algumas coisas. Porém, tudo isso não deveria mesmo servir de lição para não sermos iguais e, se temos fé, acreditar que existem sim pessoas boas no mundo?

A verdade é que todo mundo passa por isso, por esses momentos de dúvida, de questionamento, de confusão, enfim, de SER HUMANO. Tem uma frase muito sábia que diz: “A tudo que você resiste, persiste”, portanto, vamos nos permitir viver a dúvida, a confusão, o questionamento... Quem sabe assim, vivendo, passa, não é mesmo?!? E, passando, que venham os momentos de certeza, de sentimentos verdadeiros, de direcionamento certo.

Se nada é mesmo por acaso, então é preciso tirar proveito desse momento também, usá-lo para se conhecer melhor, para entender tudo que se passa dentro de nós e, assim ressurgir como a fênix, cheia de vida e vontade de viver!

Nenhum comentário:

Postar um comentário