domingo, 5 de fevereiro de 2012

LIBERDADE, LIBERDADE!



Por muitas vezes nesses últimos anos eu gritei "Liberdade", mas ela só veio de verdade agora!

Eu creio que uma das maiores dificuldades na convivência humana é suportar uma decepção!
Durante muito tempo eu acreditei que as decepções acontecessem porque esperávamos das pessoas mais do que elas podiam nos dar. Eu ainda acredito nisso, mas somente em alguns casos agora.

Quando amamos e, acima de tudo, admiramos alguém, procuramos todas as desculpas possíveis para esconder os erros dessa pessoa. É como uma pai que jamais perde a esperança na recuperação de um filho envolvido com drogas, ou como uma esposa que apanha sempre, mas acredita que um dia o marido deixará de ser violento.

Mas chega uma hora que o amor estagna, pode não acabar 100%, pois acreditamos no ser humano, mas esse sentimento para no tempo, congela. Até aí tudo bem, afinal, ainda resta a admiração - que é o combustível para a importância que uma pessoa tem em nossa vida. Mas... chega um momento em que a admiração também vai embora, acaba, não vê mais razão para existir.

Isso acontece quando nos damos conta de que não adianta mais ficar arrumando desculpas para um ERRO, para uma atitude INCORRETA.
Isso acontece quando enxergamos que não é uma questão de evolução espiritual ou falta de maturidade, mas sim uma questão de falta de caráter, de respeito e de consideração.

Existem pessoas que, infelizmente, terão sempre as mesmas atitudes, independente do que aconteça com elas ou de quem estiver ao lado delas. E, se elas fazem isso com alguém, certamente farão o mesmo conosco.

Por inúmeras vezes eu quis fazer parte de uma história, de uma vida, de um sentimento, de momentos. Por inúmeras vezes eu questionei Deus por que Ele me negava isso... Hoje, mais do que nunca, eu sei que, na verdade, Ele nunca me negou, Ele simplesmente me protegeu. Afinal, aquilo não era para mim!

Cada um tem nessa vida exatamente aquilo que merece. Eu não julgo merecer nada melhor ou pior do que sempre quis, eu quero apenas o que é justo, o que Deus realmente preparou para mim, pois vindo dele, eu sei que será o melhor sempre!

Dentre todos os sentimentos que uma decepção pode causar em nós, o melhor deles é a PAZ que nos proporciona quando damos conta que sempre agimos com o coração e que quem errou não foi a gente!

É muito triste quando alguém nos decepciona e isso nos magoa profundamente. Mas é muito bom quando alguém nos decepciona e isso nos liberta, nos faz ver que ninguém muda se realmente não quiser e que só temos que aceitar para nós aquilo que nos faz bem!

De tudo isso fica a grande lição que cabe na conhecida frase: "Decepção não mata, ensina a viver".

Felizes são os que aprendem rápido, tristes são os que persistem no erro que os prendem eternamente na mentira, na falta de caráter e de respeito para com o próximo!

LIBERDADE, LIBERDADE. ABRE AS ASAS SOBRE NÓS!!!