domingo, 17 de julho de 2011

SENTIR!



Gente, meu filho vai fazer aniversário, um ano de blog, como passa rápido!


Tantas coisas aconteceram neste um ano. Muitas mudanças, muitas novidades, muitos sorrisos, algumas lágrimas, muitas surpresas, algumas decepções e muito aprendizado.


Fazia tempo que eu não passava por aqui para postar algo. Digamos que a vida lá fora anda bem corrida e bastante interessante também, mas é bom vir aqui de vez em quando refletir um pouco e dividir meus pensamentos loucos com vocês.

Hoje eu quero escrever sobre o ponto de interrogação que é o ser humano. A gente nunca sabe o que se passa na cabeça e muito menos no coração das pessoas. Às vezes, não conseguimos saber nem o que se passa dentro de nós, como podemos adivinhar o que vai dentro dos outros?


A verdade é que tentar entender isso é perda de tempo. Só não vamos conseguir, como também podemos enlouquecer. Claro que dá raiva quando, por exemplo, um ser bipolar cruza o caminho da gente fazendo parecer que não temos controle nem dos nossos próprios pensamentos. Mas vai adiantar questionar, brigar, discutir? Não! Todos nós temos uma bagagem de acontecimentos, sentimentos e emoções dentro de nós, coisas que aconteceram em nossas vidas e que deixaram marcas eternas. Ninguém é hoje o que era ontem e nem o que será amanhã. Cada dia agrega um pouquinho de conhecimento, de lição, de sentimento, de emoção em nossa existência.


O jeito é tentar conviver e pensar que temos que aproveitar o melhor de cada pessoa, e também tentar dar o melhor de nós, pois no fim das contas é só isso que vai valer a pena. Proporcionar bons sentimentos ao próximo é o melhor que podemos fazer, afinal, como dizem por aí, a vida é uma reflexo do que você faz para os outros!


Portanto, se você quer um conselho eu sugiro: faça as pessoas se sentirem bem na sua presença! O sentir é o mais importante! Como diz o ditato: "as pessoas esquecem o que você faz, as pessoas esquecem o você fala, mas ela jamais esquecem o que você as faz sentir". Sentimentos são eternos, nem a mente pode apagá-los, pois eles são cultivados no coração!


Hoje não tem trilha sonora, gente. Às vezes o silêncio também é uma ótima música! ;-).