quinta-feira, 28 de abril de 2011

SABER AMAR...


Hoje, enquanto jantava com a minha mãe e víamos a novela, ela, em cima de uma cena que estava passando, falou exatamente assim: “Outro dia o padre falou que a gente tem que amar o próximo sem esperar nada em troca, sem esperar que a outra pessoa também nos ame... porque as pessoas fazem suas escolhas e não são obrigadas a nos amar só porque nós as amamos”. Eu já queria escrever um post meio parecido com o assunto, mas me faltava um empurrãozinho, aí mamãe ajudou...rs.

Eu também estou com uma música na cabeça há alguns dias, aliás, é ela que dá título a este texto: “Saber Amar – Paralamas do Sucesso”.

O que seria de nossa vida, de nossas lembranças, de nossos pensamentos, de nossas emoções se não fosse o amor, né? Teríamos um vazio absurdo dentro de nós que nada poderia preencher.

É claro que, em nome do famoso “amor”, fazemos muitas loucuras, muitas burradas, muitas merdas, tomamos atitudes insensatas, desnecessárias, descabidas, mas nesses casos o amor é apenas uma desculpa, uma válvula de escape para o verdadeiro sentimento por trás dessas atitudes que é a paixão. Ah, a paixão, é uma delícia quando acerta a gente do jeito certo, né, mas é uma lástima quando o cupido erra o alvo, meu Deus, dá vontade de matar aquele anjinho nu desgraçado com aquela flecha descontrolada!

O amor tem sua pitada de paixão, é claro, isso é necessário, é essencial, todo amor, seja ele de casal, de pais e filhos, de irmãos, de amigos, precisa ter esse toque de paixão para temperar, para equilibrar, para dosar a calma, a tranquilidade, a segurança que o amor proporciona.

Amar é enxergar as pessoas como elas são, com todos os defeitos e qualidades, e continuar gostando delas mesmo assim. Amar é lembrar dos bons momentos e até das horas difíceis divididos com determinada pessoa e se emocionar com essa recordação. Amar é perdoar um deslize, um erro, uma falha e aceitar que não existe perfeição humana. Amar também é respeitar, ter consideração pelos sentimentos alheios, ser sincero nas palavras e nas atitudes para evitar mágoas. Amar é olhar em volta quando se está rodeado das pessoas que gosta e pensar: EU SOU FELIZ!

Saber amar é, lá na frente com seus “enta” e tantos anos, poder olhar para trás e dizer: MINHA VIDA VALEU A PENA!

Bem, meus amigos, acho que é isso. Espero que tenham gostado do texto sobre o amor...rs...Ah, e só para constar, ele não foi escrito apenas porque eu me sinto apaixonada neste momento, afinal, quem me conhece de verdade sabe que eu sou uma pessoa constantemente apaixonada! ;-)

A trilha sonora não poderia ser outra, né: http://www.youtube.com/watch?v=2lC3df5BaA4

Um comentário: